Estações de experimentação | - CCMAR -

Estações de experimentação

Os aquários e as instalações de cultura de micro e macro-organismos estão no centro da capacidade e experiência de investigação marinha do CCMAR.
Fornecemos uma vasta gama de instalações para a manutenção, criação e trabalho experimental em espécies de águas frias, temperadas frias, temperadas quentes e subtropicais.

As nossas instalações incluem mesocosmos, bioreactores e tanques licenciados para a manutenção de vertebrados marinhos. As instalações permitem a manipulação das condições ambientais (por exemplo, temperatura, pH e luz).


 

Estação Marinha do Ramalhete

O Ramalhete está localizado no Parque Natural da Ria Formosa, uma lagoa mesotidal costeira única, separada do oceano por um sistema de ilhas-barreira e enseadas. É um laboratório natural ideal devido à sua  biodiversidade muito elevada e por ser uma zona protegida ao abrigo de legislação nacional e internacional. A estação é uma infra-estrutura versátil com tanques para manter organismos vivos e grandes mesocosmos exteriores. Os laboratórios húmidos estão disponíveis com tanques de vários tamanhos e ambiente controlado, permitindo uma variedade de experiências com larvas e juvenis de várias espécies de peixes, tais como nutrição, comportamento, fisiologia geral e específica, incluindo a acidificação.
;

A estação é composta por 500 m2 de tanques interiores, salas isoladas para estudos que exijam controlo ambiental ou comportamento, laboratórios húmidos e secos, CO2 para simular cenários de acidificação oceânica e uma área exterior de 900 m2 utilizada para tanques de maior volume e outras necessidades.

Os tanques e o espaço podem ser adaptados para satisfazer necessidades experimentais específicas como o controlo da temperatura, o fotoperíodo, a intensidade da luz ou a salinidade. Outras instalações controladas estão disponíveis por curtos períodos em sistemas fechados com iluminação e controlo AVAC, mediante pedido.

 

Laboratórios secos e húmidos junto a plataformas tecnológicas

 

 

O transporte do CCMAR (Campus de Gambelas da Universidade do Algarve) para a Estação Marítima do Ramalhete e regresso está disponível durante os dias úteis.

 

Mesocosmos para estudos de acidificação

Esta instalação é uma infra-estrutura marinha que integra três sistemas de mesocosmos complementares:
 

  • Sistema exterior, modular, com um máximo de 40 tanques independentes de 100 L de escoamento. Cada tanque experimental está ligado a um tanque principal dedicado, permitindo uma verdadeira replicação e distribuição aleatória dos níveis de tratamento em todo o sistema. Os tanques experimentais foram concebidos para acomodar plantas marinhas enraizadas (ervas marinhas), mas são facilmente adaptáveis a outros organismos. O ar enriquecido com CO2 é preparado num reservatório de 5000 L (mistura controlada por IRGA) e borbulhado nos tanques individuais. 
  • Sistema de interior, com concepção e princípio de funcionamento semelhantes, equipado com aquários de 30 L e luz artificial
  • Sistema exterior, tanques experimentais de fluxo contínuo de 200 L. A água é fornecida a partir de um único tanque principal, onde o pH é utilizado para regular a injecção de CO2.

Parâmetros controlados: pCO2, pH, fluxo de água, concentrações de nutrientes, níveis de luz
Equipamento : Sistemas de controlo baseados na análise de CO2 em tempo real, tituladores de alcalinidade, sensores químicos da água.

 

 

Instalação para organismos modelo aquáticos

A instalação para a manutenção/experimentação de modelos de peixes aquáticos consiste em vários sistemas de alojamento com prateleiras e unidades de tratamento de água (WTU) com sistema de osmose inversa.

 

Conjunto de microinjecção

O CCMAR dispõe de um laboratório de microinjecção equipado com sistemas de microinjecção (microinjector, micromanipulador, estereomicroscópios), extrator e triturador de agulhas, microscópio de fluorescência e estereomicroscópio de fluorescência, incubadoras (28,5 ºC) e um frigorífico.

Laboratório de câmaras com controlo ambiental

O CCMAR oferece um conjunto de 3 câmaras bioclimáticas (uma câmara bioclimática 600 e duas câmaras bioclimáticas 1200) com várias possibilidades de simulação ambiental.

Utilizadas para estudos de Biotecnologia, Aquacultura ou outras Ciências Biológicas (ex. cultura de tecidos / in-vitro, investigação de microalgas, crescimento de plantas, manutenção de stocks de microalgas) as câmaras bioclimáticas são facilmente programáveis para diferentes simulações ambientais com muitas opções de luzes e acessórios.

As luzes podem variar entre espectros "brancos" diurnos ou espectros personalizados que vão desde o UV ao vermelho distante e a todos os azuis, verdes e vermelhos intermédios.

Existem até soluções para gerir os espectros dentro da mesma câmara. As prateleiras podem ser facilmente removidas, trocadas ou ajustadas em altura, tornando-as adaptáveis a novos cenários de investigação.

Está disponível na sala uma câmara de fluxo laminar BSL2 para preparação de amostras num ambiente limpo.


 

Bioreactores para produção de microalgas em larga escala

O CCMAR dispõe de um sistema de 4 fotobiorreactores para a produção de Microalgas, composto por:
- 3 Fotobiorreatores Tubulares Fechados, com capacidade de 1.000 litros cada, com diâmetros nominais que variam entre 50 mm e 75 mm, resistentes a produtos químicos, água salgada e pressões até 10 Bar inseridos em estruturas de suporte em aço inoxidável com válvulas de seccionamento para garantir o controlo do fluxo,
- 1 fotobiorreactor - tipo Green Wall - constituído por uma estrutura de rede metálica verde com 10 m de largura e 1 m de altura para suporte dos sacos Green Wall com tubo de arejamento para fornecimento de ar e CO2 e um tubo para termorregulação do sistema semelhante a um sistema de rega tradicional.
- Cada fotobiorreactor é constituído por um grupo de reforço, um circuito fótico e um desgaseificador com uma capacidade nominal de 500 L. Cada unidade tem um controlador de pH e temperatura com uma sonda de pH compacta, um controlador de CO2 e um sistema de arrefecimento.

O Parque de Produção de Microalgas do CCMAR tem como objectivo a realização de experiências de cultivo de microalgas à escala piloto, em condições ambientais naturais de iluminação e temperatura exteriores, com acesso a água doce ou salgada.

Este sistema permite cultivar microalgas de vários ambientes aquáticos durante todo o ano, produzindo biomassa suficiente para investigar a sua utilização para diferentes fins:
1) alimentação, uma vez que existem microalgas que podem ser utilizadas para a alimentação humana e podem ser incluídas na alimentação dos peixes,
2) biomedicina, uma vez que várias microalgas contêm compostos bioactivos com aplicação na terapia de algumas condições médicas,
3) cosmética, pois algumas já são comercializadas para este fim, devido à sua capacidade antioxidante e anti-inflamatória,
4) científica, com o objectivo de estudar a fisiologia das microalgas em fotobiorreactores sob condições externas no que respeita ao efeito da temperatura, pH, salinidade, composição do meio de cultura e estirpe a utilizar.

Para mais informação contactar: ccmarcts@ualg.pt