Bridging university and schools by ocean science | - CCMAR -

Bridging university and schools by ocean science

Acrónimo 
BridgingAll
Coordenação 
Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve
Financiamento 
EEA Grants - Programa Crescimento Azul
Parceiros 
CCMAR
University of Akureyri
Data 
10/2021 a 06/2023

Organiza

Descrição

As ciências marinhas como uma ponte entre a universidade e as escolas

 

O projeto BridgingAll vai promover a  ligação entre o meio académico e as escolas com o objetivo de melhorar a qualidade do sistema educativo no Algarve, desde a escola básica até à universidade, ao mesmo tempo que promove a literacia do Oceano e a comunicação das ciências marinhas.

 

Focar o Oceano

O ser humano tem uma ligação profunda com o oceano. O oceano influencia o nosso clima, suporta a biodiversidade e os ecossistemas dos quais dependemos e fornece uma variedade de serviços e recursos que influenciam a nossa vida. Desde o oxigénio que respiramos a alimentos, medicamentos e energia, o oceano é uma fonte de saúde e riqueza.

O Algarve, no sul de Portugal, tem uma fantástica costa com cerca de 200 km que inclui a Ria Formosa - um dos mais importantes ecossistemas marinhos do sul da Europa e um pilar para a economia regional e nacional (pesca e aquacultura). Devido à sua enorme importância ecológica e socioeconómica, o oceano é um foco central para o desenvolvimento regional do Algarve e uma área de investigação prioritária para a Universidade do Algarve (UAlg) e para o Centro de Ciências do Mar do Algarve (CCMAR).

 

Partilhar o conhecimento sobre os oceanos

Tanto o CCMAR como a Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade do Algarve estão empenhados em alargar o conhecimento científico sobre as áreas marinhas e costeiras, e têm investido fortemente na transferência deste conhecimento para a sociedade. No centro desta transferência, as escolas regionais (pré-escolar, básica e secundário) são uma prioridade.

Todos os anos, os nossos investigadores interagem com milhares de estudantes que participam em palestras e atividades científicas experimentais nas suas escolas, visitam as instalações do CCMAR/FCT-UAlg, e participam nos estágios de Verão para estudantes do ensino secundário em parceria com a Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica - Ciência Viva. No entanto, estas atividades estão longe de atingir a totalidade da população estudantil do Algarve, que é composta por mais de 70 mil estudantes, desde a pré-escolar até à universidade.

 

O panorama da educação no Algarve

O Algarve é a segunda região com a maior percentagem de estudantes por população residente em Portugal (16,5%, apenas ultrapassada por Lisboa e Vale do Tejo com 17%). No entanto, tem também uma das mais elevadas taxas de abandono escolar do país. Mais de 20% dos estudantes não terminam o ensino secundário, quer por falta de interesse em prosseguir os seus estudos, quer por limitações socioeconómicas.

Esta falta de interesse em prosseguir o ensino universitário, particularmente nos campos da ciência e tecnologia, é frequentemente acompanhada pela falta de conhecimento sobre os futuros empregos que possam ter na região, uma vez que as atividades relacionadas com o turismo são vistas como as principais oportunidades de emprego no Algarve. Em contrapartida, aqueles que se dedicam a áreas científicas acabam frequentemente por abandonar a região em busca de oportunidades de emprego, devido ao baixo investimento em atividades de I&D e empregos para a região. Todos estes fatores alinham-se com outros aspectos estruturais e económicos especificos desta região para explicar como é difícil aumentar o nível educacional da população no Algarve e aumentar a proporção de massa crítica especializada para dinamizar o desenvolvimento e a inovação desta região.
 

Uma estratégia para a educação e comunicação de ciência

O Algarve e os seus recursos naturais marinhos e costeiros têm um enorme potencial de desenvolvimento e inovação. São necessárias estratégias inteligentes para ligar as gerações mais jovens ao seu património natural, de modo a que compreendam a importância destes recursos para o sector económico da região, a os encorajar para que se tornem parceiros ativos na resolução dos problemas sociais que afetam estes recursos, e para atrair mais estudantes para as áreas científicas.

Estas estratégias inteligentes devem concentrar-se na transferência de conhecimento científico e inovação mais atualizado sobre as ciências marinhas, das instituições regionais de I&D para a comunidade escolar. No entanto, esta transferência de conhecimentos requer uma melhoria das atuais atividades de comunicação de ciência na região, incluindo a implementação de melhores práticas e o aumento das aptidões e competências de comunicação das pessoas envolvidas.

 

BridgingALL

O projecto BridgingAll pretende aumentar a qualidade da educação e comunicação científica no Algarve, promovendo cursos de formação que irão contribuir para o aumento da literacia do oceano e desenvolver aptidões e competências de comunicação de:

  • Professores de ciências, aos quais será dada uma oportunidade de desenvolvimento de carreira, juntamente com competências científicas e técnicas, e acesso a recursos digitais e multimédia atualizados que poderão integrar nas suas aulas para estimular o interesse dos estudantes pelas ciências.
  • Estudantes universitários (MSc e PhD), que poderão adquirir competências em atividades de divulgação sobre a ciência dos oceanos.
  • Estudantes de 13 a 15 anos de idade, que serão motivados a prosseguir os estudos científicos através de formação informal, atividades científicas experimentais e saídas de campo para aprenderem sobre as ciências marinhas e do oceano.

 

Financiado por:

 

Operador de Programa:

            

 

 

Promotor:

 

Parceiros:

           

 

Projeto financiado pela Islândia, Liechtenstein e Noruega, através dos EEA Grants. Através do Acordo sobre o Espaco Economico Europeu (EEE), a Islandia, o Liechtenstein e a Noruega sao parceiros no mercado interno com os Estados-Membros da Uniao Europeia. Como forma de promover um continuo e equilibrado reforco das relacoes economicas e comerciais, as partes do Acordo do EEE estabeleceram um Mecanismo Financeiro plurianual, conhecido como EEA Grants. Os EEA Grants tem como objetivos reduzir as disparidades sociais e economicas na Europa e reforcar as relacoes bilaterais entre estes tres paises e os paises beneficiarios. Para o periodo 2014-2021, foi acordada uma contribuicao total de 2,8 mil milhoes de euros para 15 paises beneficiarios. Portugal beneficiara de uma verba de 102,7 milhoes de euros. Saiba mais em eeagrants.gov.pt

 

Membros

Enroll

Atual
Name Position
Rute Sofia Tavares Martins Postdoc
Rita Costa Abecasis Communication & Outreach
Joao Carlos dos Reis Cardoso Investigador
Bárbara Cadete Communication & Outreach
Pedro Duarte Communication & Outreach
View by table
Retrato de Rute Sofia Tavares Martins
Name:
Rute Sofia Tavares Martins
Position:
Postdoc
Retrato de Rita Costa Abecasis
Name:
Rita Costa Abecasis
Position:
Communication & Outreach
Retrato de Joao Carlos dos Reis Cardoso
Name:
Joao Carlos dos Reis Cardoso
Position:
Investigador
Retrato de Bárbara Cadete
Name:
Bárbara Cadete
Position:
Communication & Outreach
Retrato de Pedro Duarte
Name:
Pedro Duarte
Position:
Communication & Outreach
Notícias
O projecto BridgingAll vai promover a ligação entre o meio académico e as escolas com o objetivo de melhorar a qualidade do sistema educativo no Algarve, desde a escola básica até à universidade.